Sobrecarga deve ser evitada

10/07/2014

Nessa época do ano, passadas as compras do período de festas e férias, as residências tendem a estar com maior número de equipamentos eletrônicos plugados na rede elétrica.

Para usufruir dos aparelhos com conforto e segurança é preciso, contudo, tomar alguns cuidados para evitar sobrecarga nas instalações, o que pode não somente danificar os eletroeletrônicos como também causar curtos-circuitos, choques elétricos e até incêndios.

Segundo Hilton Moreno, engenheiro eletricista e consultor do Programa Casa Segura, uma das principais recomendações é evitar o uso de acessórios como benjamins ou réguas de tomadas. “O mais seguro é ter somente um aparelho ligado em cada tomada. Se não houver tomadas suficientes para todos os aparelhos, contrate um profissional qualificado para providenciar a instalação de mais tomadas no imóvel”, afirma o especialista.

Se for preciso usar temporariamente benjamins ou réguas de tomadas, é preciso respeitar algumas condições - a quantidade de aparelhos conectados depende do número de saídas disponíveis e a capacidade máxima que o produto suporta deve ser observada e respeitada.

Em geral, um benjamim tem três saídas. As réguas de tomadas podem ter número variável de saídas, geralmente em torno de quatro a seis tomadas. Após verificar a quantidade de saídas, o usuário deve verificar a potência máxima que o dispositivo suporta. Isso vem gravado no corpo do produto e/ou na embalagem.

“Há duas formas mais comuns de indicar essa capacidade máxima: diretamente pela potência em watts ou pela corrente elétrica e tensão elétrica que o produto suporta. Neste caso, são indicados os ampères (A) e volts (V) nominais dos acessórios. Quando isso acontecer, basta multiplicar um valor pelo outro e tem-se aproximadamente a potência máxima em watts que o produto suporta. Por exemplo, se um benjamim tem gravado 10A – 250V, isso significa que ele suporta até 2.500 watts (10 x 250) aproximadamente de potência máxima”, explica Moreno.

Conhecida a capacidade máxima do produto (em watts), a quantidade máxima de aparelhos que pode ser ligada no produto depende da potência (em watts) de cada equipamento que será ligado e da quantidade de aparelhos. A potência dos aparelhos também vem gravada no corpo e/ou na embalagem. “Por exemplo, uma televisão pode ter uma potência de 300 watts (dependendo do tamanho da tela), um DVD player tem 100 watts e um ventilador uma potência de 300 watts. Se ligarmos os três aparelhos ao mesmo tempo num benjamim, teremos uma potência total de 700 watts. Se a capacidade do benjamim for maior ou igual a esse valor, então será seguro ligar temporariamente os três aparelhos ao mesmo tempo no produto. Porém, se essa ligação for permanente, então deve ser providenciada uma tomada específica para cada equipamento”, indica o consultor do Programa Casa Segura.

O engenheiro ressalta ainda a importância de uma instalação elétrica adequada, executada por profissionais qualificados. “Uma instalação bem projetada e dimensionada possui recursos automáticos (disjuntores ou fusíveis) que desligam os circuitos elétricos quando existir risco de sobrecarga. Uma instalação que, por exemplo, apresente desarme frequente dos disjuntores no quadro de luz está certamente com problema de sobrecarga e um profissional qualificado deverá ser chamado para verificar a situação e resolvê-la de forma adequada. Jamais uma pessoa leiga deve tentar resolver esse problema por conta própria, pois há um risco muito grande de ela sofrer um acidente.”