Certificação de ventiladores

19/02/2015

Com as altas temperaturas, o uso de ventiladores e de circuladores de ar se intensificam, e com isso também aumenta o número de reclamações de usuários junto ao Procon e outras entidades de classe, sobre ocorrências relativas a lesões físicas e até princípios de incêndio de aparelhos que não são certificados.
Nesse sentido, a TÜV Rheinland Brasil alerta o consumidor para verificar se o aparelho possui o selo do INMETRO, pois a certificação deste tipo de produto é compulsória (obrigatória), portanto, os produtos que não o possuem estão em desconformidade com a legislação.
A TÜV Rheinland Brasil é um dos OCP’s (Organismos de Certificação de Produtos) acreditados pelo INMETRO para avaliar a conformidade de ventiladores e circuladores de ar. A avaliação de conformidade inclui aspectos da segurança elétrica dos aparelhos, garantindo que o produto atenda a requisitos básicos. Desta maneira, é possível evitar que o consumidor, de forma geral, esteja exposto aos problemas de utilização indevida, a choques elétricos, riscos mecânicos e, em última instância, à ocorrência de curtos circuitos e fogo.
A obrigatoriedade da certificação não se restringe aos ventiladores, mas se estende a qualquer produto elétrico, que precisa ser avaliado quanto aos aspectos de segurança.
A TÜV Rheinland é responsável pela certificação de cerca de 20 modelos de ventiladores e circuladores de ar de fabricantes e importadores como Wanke, Chibrali, Kressborn e Vanmax.
“O processo de certificação engloba auditoria na fábrica, a lacração de amostras para ensaios e a verificação de toda a documentação dos produtos”, explica o Auditor e Analista de Certificação de Produtos da TÜV RHeinland, José Carlos Grade.
Atestada a conformidade, o produto recebe o selo de identificação de conformidade, com validade de quatro anos, sendo que dentro deste período são realizadas auditorias anuais de manutenção do produto, do fabricante e do representante legal/comercial pela venda dos produtos com relação ao suporte dado no tratamento de reclamações de clientes.